Iniciando no VRML: Introdução ao VRML


Autor/fonte: Desconhecido



Digg del.icio.us

Há um tempo atrás, surgiu a idéia de levar a Realidade Virtual para a Internet. Dessa idéia surgiu o VRML, que é a abreviação de Virtual Reality Modeling Language, ou Linguagem para Modelagem em Realidade Virtual. VRML é uma linguagem independente de plataforma que permite a criação de ambientes virtuais por onde se pode passear, visualizar objetos por ângulos diferentes e até interagir com eles. A primeira versão da linguagem não possibilita muita iteração do usuário com o mundo virtual, mas versões recentes acrescentam características como animação, movimentos de corpos e interação entre usuários. A última versão é a 2.0, chamada Moving Worlds VRML 2.0. A Especificação VRML é a documentação que descreve todas as características da linguagem.

Apresentada pela primeira vez em 1994 na Primeira Conferência sobre World Wide Web, a linguagem tem como objetivo dar o suporte necessário para o desenvolvimento de mundos virtuais multi-usuários na Internet, sem precisar de redes de alta velocidade. O código VRML é um subconjunto do formato de arquivo ASCII do Open Inventor, da Silicon Graphics, com características adicionais para navegação na Web. Esta característica é equivalente às âncoras do HTML, ou seja, pode-se criar âncoras em um mundo virtual que levem a outros mundos virtuais.

A linguagem trabalha com geometria 3D (VRML 1.0 possui algumas primitivas: cubo, cone, cilindro e esfera) e suporta transformações (rotação, translação, escala), texturas, luz e sombreamento. Outra característica importante da linguagem é o Nível de Detalhe (LOD, level of detail) que disponibiliza a quantidade certa de dados para um objeto baseado na sua importância na cena. Isso torna rápida a visualização e possibilita ao usuário ajustar o nível de detalhe que lhe for melhor.

Para navegar em mundos virtuais criados com a linguagem você precisará usar browsers que suportem VRML. Assim, ao invés de visitar homepages, você visitará homeworlds. Existem muitos browsers disponíveis que suportam diretamente a linguagem. Outros browsers que não suportam necessitam de software adicional (plug-in).




Enviado por xKuRt em 12/11/2006 às 09:53


Avaliação

Esta publicação ainda não foi avaliada!


Avaliar:


A avaliação de publicações é restrita a membros cadastrados e logados no nosso site.



Comentários

Este artigo ainda não foi comentado ou o(s) comentário(s) que foi(ram) enviado(s) a ele ainda não foi(ram) publicado(s).


Envio de comentário:




  

Domingo, 23 de Novembro de 2014




Top 5 membros

Últimos membros online

Últimos membros cadastrados



Capa do livro
Neuromancer 25


Capa do livro
Programando em NCL


Capa do livro
Questões Comentadas de Informática para Concurso Público na Área de Tecnologia da Informação





Hostnet

IMD