CGI.br propõe anteprojeto de lei anti-spam à Frente Parlamentar de TI


Autor/fonte: Daniela Braun, editora do IDG Now!
E-mail/Url: http://idgnow.uol.com.br/internet/2007/07/11/idgnoticia.2007-07-11.717...
Tags: [ spam ]



Digg del.icio.us

11 de julho de 2007 às 17h03

Nas próximas semanas, o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) pretende entregar um anteprojeto de lei anti-spam ao deputado Júlio Semeghini (PSDB-SP), líder da Frente Parlamentar de Informática.

"A idéia é sugerir alterações no Projeto de Lei que for entrar em votação", observa Henrique Faulhaber, conselheiro do CGI.br e coordenador da CT-Spam, que realizou um estudo sobre a regulamentação jurídica do spam no País, em conjunto com a Fundação Getúlio Vargas no Rio de Janeiro.

Entre os projetos de lei anti-spam mais avançados está o PL 2186/03, que tem como relator o deputado Nelson Proença (PPS-RS), foi aprovado pela Comissão de Ciência e Tecnologia e está pronto para entrar na pauta de votação da Câmara.

A adoção do 'soft opt-in' é uma das principais propostas do anteprojeto. Na prática, o opt-in estabelece que o internauta somente receba as mensagens que autorizou previamente. O termo 'soft' compreenderia, segundo Faulhaber, contatos por telefone ou trocas de cartões de visitas. Já o opt-out, que foi adotado pela lei anti-spam norte-americana, prevê que o usuário solicite o descadastramento dos e-mails indesejados.

"Na prática, a legislação norte-americana quase que legitimou o envio de spam. Se a pessoa recebe uma mensagem e opta por não recebê-la, o remetente simplesmente modifica a mensagem", avalia o coordenador da CT-Spam.

Composto por nove artigos, o anteprojeto determina, por exemplo, que o spam não se configura apenas por mensagens de e-mail, mas por VoIP, celular e comunicadores instantâneos.

A proposta determina que associações de defesa do consumidor possam mover ações coletivas contra spammers na justiça, enquanto o sétimo artigo qualifica a indenização que pode ser exigida pelas vítimas de spam.




Enviado por xKuRt em 12/07/2007 às 22:43


Itens relacionados

66% dos e-mails que circulam na Web são spam
Homem pega dois anos de cadeia por enviar spam
França cria ferramenta para usuários reportarem recebimento de spams
Spammers apostam em arquivos de MP3 para fraudar venda online de ações
NIC.br: 20% dos internautas brasilieros dizem que gostam de receber spams
Spammers criam nova técnica para escapar dos filtros
Spammers terão de pagar US$ 230 milhões ao MySpace
Aplicações de entretenimento dobram spam em redes sociais
Clientes estão insatisfeitos com soluções de antispam
Twitter cria regras para combater spam

Listar todos itens relacionados

Avaliação

Esta publicação ainda não foi avaliada!


Avaliar:


A avaliação de publicações é restrita a membros cadastrados e logados no nosso site.



Comentários

Este artigo ainda não foi comentado ou o(s) comentário(s) que foi(ram) enviado(s) a ele ainda não foi(ram) publicado(s).


Envio de comentário:




  

Quinta, 26 de Março de 2015




Leitura recomendada

Java na Web

Top 5 membros

Últimos membros online

  • 1em 26/03 às 20:36
  • BBCem 26/03 às 09:23
  • stonerem 24/03 às 05:24

Últimos membros cadastrados



Capa do livro
Domain-Driven Design - Atacando as Complexidades no Coração do Software


Capa do livro
Engenharia de Software - Qualidade e Produtividade com Tecnologia


Capa do livro
Introduçao A Programaçao Orientada A Objetos





Hostnet

IMD