Quase metade dos domicílios brasileiros tem computador, mostra Pnad


Autor/fonte: Agência Brasil
Tags: [ brasil ]



Digg del.icio.us

Entre os bens duráveis, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada hoje (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que o total de domicílios com computadores subiu de 46,4% para 49,5%, de 2012 para 2013. No Nordeste, as casas com esse equipamento cresceram 14%. Dos 32,2 milhões de domicílios brasileiros com computadores em 2013, 28% tinham acesso à internet.

A proporção de internautas cresceu de 49,2%, em 2012, para 50,1%, no ano seguinte. A pesquisa do IBGE indica que, em 2001, 12,6% das unidades residenciais tinham esses aparelhos e, em 2013, esse percentual evoluiu para quase metade dos domicílios. Já as moradias com computador ligado à internet aumentaram de 8,5% para 43,7%, na mesma comparação.

Aproximadamente 86,7 milhões de pessoas com 10 anos de idade ou mais acessaram a internet no período de referência em 2013. O crescimento observado foi 2,9% ou 2,5 milhões de usuários. Segundo o IBGE, esse foi o menor índice de expansão registrado a partir de 2008. A taxa de crescimento no número de internautas atingiu o pico de 21,6% de 2008 para 2009. O aumento de internautas com 10 anos ou mais que acessaram a internet em 2013 alcançou maiores percentuais nas regiões Nordeste (4,9%) e Sul (4,5%), com menor índice de ampliação no Norte (0,4%).

A gerente da Pnad, Maria Lúcia Vieira, analisou que o aumento do consumo de bens duráveis, principalmente de computadores, resulta da elevação do rendimento da população. “A gente ainda tem muito a avançar em termos de acesso à internet. Ainda não atingiu a população como um todo”, destacou a gerente da Pnad.

Por gênero, as mulheres, com quase 45 milhões de indivíduos, lideraram os acessos à internet no Brasil, seguidas por 41,7 milhões de homens. Ambos mostraram aumento em comparação a 2012: 43,3 milhões e 40,8 milhões, respectivamente.

Por outro lado, caiu o número de moradias com rádio e DVD, de 2012 para 2013 – queda decorrente das mudanças tecnológicas, segundo o IBGE. Em relação ao rádio, o número caiu de 80,9% para 75,8% e, sobre os aparelhos de DVD, de 76% para 72,4%. Já a quantidade de casas com máquina de lavar evoluiu 7,8%, assim como aquelas com carro, de 42,5% para 43,6%. A proporção de domicílios com moto permaneceu estável: 20% em 2012, e 19,9%, no ano seguinte. Na mesma situação, ficaram os domícilios com fogão e televisor (98,8% e 97,2%, respectivamente).




Enviado por xKuRt em 18/09/2014 às 19:56


Itens relacionados

Cinco questões polêmicas sobre a TV digital no Brasil
Nova TV ajudará na inclusão digital, diz UnB
PMDB vota a favor do marco civil da internet e retira todos os destaques
Redes sociais começam a entediar usuários, inclusive no Brasil
Processo de importação para pesquisa científica e tecnológica está mais simplificado no Brasil
Brasil tem mais de 100 milhões de acessos à internet em banda larga
STJ define que cobrança da assinatura básica mensal em telefonia fixa é legal
Primeira fábrica de chips do Brasil será inaugurada em setembro
Brasil precisa "dar um salto" em ciência e tecnologia, diz presidente da Finep
Concorrência faz acesso com PNBL ficar mais caro e lento

Listar todos itens relacionados

Avaliação

Esta publicação ainda não foi avaliada!


Avaliar:


A avaliação de publicações é restrita a membros cadastrados e logados no nosso site.



Comentários

Este artigo ainda não foi comentado ou o(s) comentário(s) que foi(ram) enviado(s) a ele ainda não foi(ram) publicado(s).


Envio de comentário:




  

Segunda, 27 de Fevereiro de 2017




Top 5 membros

Últimos membros online

Últimos membros cadastrados



Capa do livro
Excel 2010 - Guia Prático e Visual


Capa do livro
Análise e Gestão de Requisitos de Software - Onde Nascem os Sistemas


Capa do livro
Otimização da Página de Entrada: Guia Para Testar e Sincronizar





Hostnet

IMD