Mesmo com problemática compra do Yahoo!, Microsoft renova busca


Autor/fonte: IDG Now!
E-mail/Url: http://idgnow.uol.com.br/internet/2008/02/21/mesmo-com-problematica-co...
Tags: [ yahoo ] [ microsoft ]



Digg del.icio.us

21 de fevereiro de 2008 às 09h33

A Microsoft continua seguindo em frente com planos para expandir suas ofertas de busca corporativa e para usuários finais mesmo com a jornada que a compra do Yahoo!, ainda incerta e cada vez mais hostil, se transformou.

Na quarta-feira (20/02), a Fast Search and Transfer, empresa que a Microsoft afirmou que compraria em janeiro, acrescentou personalização ao seu já existente produto de busca e divulgou mais detalhes sobre como a Microsoft usará a tecnologia.

A Microsoft também está preparando o lançamento do seu novo Live Search, codinome Rome, que foi revelado em um documento enviado ao SEC como parte do lance no Yahoo!, mas que a companhia se nega a dar mais informações.

Toda a estratégia de busca da Microsoft será quase em vão caso a compra do Yahoo! dê certo. A Microsoft parece querer fechar o acordo mesmo se o conselho do Yahoo! goste ou não do negócio - para tanto, a Microsoft está criando uma guerra de proxy que tentaria remover os membros do conselho, que rejeitaram a proposta de 44,6 bilhões de dólares, da discussão.

"Existem ainda muitas peças ali", afirmou Chris Cwenson, analista do NPD Group, sobre as recentes movimentações da Microsoft em busca.

Apesar disto, o plano da Micosoft para a FAST parece começar a tomar forma.

Na quarta, Zia Zaman, vice-presidente executivo de marketing global da Fast, revelou uma nova categoria de software que a FAST está desenvolvimento chamado gerenciador de interação, e outro sob o guarda-chuva chamado FAST Personalization Framework.

O framework adiciona o tipo de tecnologia de personalização encontrada em sites, como Amazon.com, que sugere produtos e serviços baseado em escolhas anteriores.

Zaman afirmou que este tipo de personalização, adquirida pela FAST após a compra da AgentArts, poderia ser uma ferramenta poderosa para busca corporativa. Um pesquisador farmacêutico desenvolvendo uma nova droga, por exemplo, pode achar informações valiosas caso uma ferramenta de busca não apenas direcione resultados relevantes, mas também informações relacionadas, diz ele.

"Existe muita informação bacana dentro de quatro paredes" que pesquisadores podem nem estar procurando até que apareçam frente a eles, afirma.

Uma vez que a aquisição esteja fechada, a FAST agirá como uma subsidiária da Microsoft, respondendo à divisão SharePoint e mantendo grande parte das suas operações.

Para usuários finais, a Microsoft ofereceu uma nova versão do Live Search em setembro e atualizações recentes no seu algoritmo sofisticaram a habilidade do sistema em indexar arquivos e sites.

De acordo com os documentos enviados à SEC, a Microsoft já está trabalhando sobre uma grande atualização, cujo codinome é Rome, e manterá seu caminho "a todo vapor para frente" independente do que aconteça com o Yahoo!, segundo comentou Steve Ballmer durante uma reunião com funcionários.

"Temos que continuar em frente com o Rome. Precisamos chegar ao mercado, destino busca, Winodws Live Wave 3, etc", afirmou Ballmer, segundo os papéis.

Mesmo com os dados do SEC, a Microsoft não assume a existência do Rome.




Enviado por xKuRt em 21/02/2008 às 11:46


Itens relacionados

Microsoft perde terreno em buscas, diz Nielsen
Microsoft exibe Surface, PC sem teclado
Executivo da Microsoft diz que Yahoo! seria "acelerador"
Microsoft destaca mercado hispânico no setor de entretenimento
Microsoft defende decisão de convidar hacker hoje preso para evento de segurança
Microsoft decreta nesta terça-feira "morte" do Windows XP
Yahoo! resgata plano que sustenta decisão de rejeitar oferta da Microsot
Ballmer nega que Microsoft vá participar de leilão de espectro de telefonia
Nissan e Microsoft vão desenvolver sistema para fidelizar clientes
Microsoft cria programa de parceiros para aplicativos Office Live

Listar todos itens relacionados

Avaliação

Esta publicação ainda não foi avaliada!


Avaliar:


A avaliação de publicações é restrita a membros cadastrados e logados no nosso site.



Comentários

Este artigo ainda não foi comentado ou o(s) comentário(s) que foi(ram) enviado(s) a ele ainda não foi(ram) publicado(s).


Envio de comentário:




  

Terça, 31 de Maio de 2016




Top 5 membros

Últimos membros online

Últimos membros cadastrados



Capa do livro
Primeiros Passos com o Netduino


Capa do livro
Projeto de Banco de Dados


Capa do livro
Descobrindo o Linux: Entenda o Sistema Operacional GNU / Linux





Hostnet

IMD