"USB sem fio" rouba a cena na CES


Autor/fonte: France Presse
E-mail/Url: http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u362036.shtml
Tags: [ ces 2008 ]



Digg del.icio.us

10/01/2008 - 12h12

Os fios estão com seus dias contados: televisores, câmeras, aparelhos de DVD, computadores, impressoras e monitores funcionam agora por meio de ondas, do tipo Bluetooth, Wi-Fi e "USB sem fio", a última novidade no setor.

Na feira Consumer Electronic Show (CES) de Las Vegas as estrelas são os primeiros modelos de televisões digitais de alta definição sem fio, apresentadas pelas gigantes asiáticas Panasonic e LG.

Elas chegarão aos Estados Unidos em alguns meses, pouco antes de 17 de fevereiro de 2009, quando todos os televisores do país deverão ser digitais ou equipados com um decodificador.

O princípio ainda é o mesmo: um receptor, que é conectado às entradas de recepção da TV a cabo e satélite, transmite sem fio as imagens de vídeo em alta definição para o televisor. A única variante é a freqüência de ondas eletromagnéticas escolhida por cada fabricante, que varia de 2 a 60 GHz.

Na LG, a transmissão é feita por ondas de 5 GHz do tipo Wi-Fi, que atingem até 20 metros, transmitem de 100 a 400 megabytes por segundo (Mb/s) de informações e podem a princípio atravessar as paredes entre dois cômodos. "Mas isso depende do material da parede", afirma com prudência Ricardo Park, da LG.

A Panasonic optou pelas ondas de freqüência mais alta (60 GHz), que transmitem uma quantidade bem maior de informações (4 gigabytes/s), assegurando uma imagem melhor e mais instantânea.

"Mas essas ondas não podem atravessar as paredes e alcançam dez metros", explica Tsuyoshi Okada, da Panasonic.

Para o consumidor, de qualquer forma é a possibilidade de instalar as grandes TVs de tela plana não importa em que ponto da parede da sala, livres de entradas de cabo ou de satélite. Como já acontece com a internet, a televisão rompe suas amarras.

USB

Em breve será a vez dos fios de USB (Universal Serial Bus) desaparecerem, graças ao surgimento do USB sem fio, cujas primeiras aplicações industriais foram apresentadas na CES 2008.

Bem mais potente que as ondas Bluetooth, que podem apenas ligar aparelhos pequenos como os teclados, os mouses ou os fones de ouvido de um telefone celular, o USB sem fio permitirá conectar ao computador os monitores, as impressoras, as máquinas fotográficas, os discos rígidos externos e os scanners, entre outros.

Segundo o diretor de marketing do USB Implementers Forum, Jon Kenton, a conexão pode chegar de 3 a 10 metros. Uma das pioneiras, a empresa DisplayLink apresenta no CES um grande exemplo do potencial desta tecnologia, exibindo vários monitores ligados a um computador por USB sem fio, uma tecnologia que interessa à maior parte das grandes marcas.

Facilitará também a vida das grandes empresas, onde com freqüência um só computador é equipado com vários monitores, ou onde vários computadores são conectados à mesma impressora na outra extremidade do escritório, de onde uma montanha de cabos se espalha pela sala.

A empresa Gefen propõe um transmissor que conecta ao computador quatro aparelhos de USB sem fio, a uma distância que pode chegar a 30 metros. "Em quatro ou cinco anos, é provável que todo USB seja sem fio", diz Tanguy LeBorgne, vice-presidente do grupo de informática Pinnacle.




Enviado por xKuRt em 11/01/2008 às 08:37


Itens relacionados

Cooler motorizado e outros produtos bizarros brilham na CES
Depois do Wii, controles de eletrônicos por gestos são apresentados na CES
Bill Gates anuncia início de uma segunda década digital
Casa da Microsoft na CES é comandada pelo computador
"Guerra das TVs" rouba cena no primeiro dia da Consumer Eletronics Show
Gates mostra celular que faz buscas por voz e reconhece rostos na CES
Cartão de memória Wi-Fi ganha concurso do Yahoo! na CES
Os melhores produtos da CES 2008
Economia de energia ganha espaço na CES
CES 2008: confira o que deu o que falar

Listar todos itens relacionados

Avaliação

Esta publicação ainda não foi avaliada!


Avaliar:


A avaliação de publicações é restrita a membros cadastrados e logados no nosso site.



Comentários

Este artigo ainda não foi comentado ou o(s) comentário(s) que foi(ram) enviado(s) a ele ainda não foi(ram) publicado(s).


Envio de comentário:




  

Quinta, 23 de Março de 2017




Top 5 membros

Últimos membros online

Últimos membros cadastrados



Capa do livro
Invasão de Redes - Ataques e Defesas


Capa do livro
Criando Aplicações PHP com Zend e Dojo: Padrões e Reuso com Frameworks - Edição Revisada e Ampliada


Capa do livro
Código Limpo: Habilidades Práticas do Agile Software





Hostnet

IMD