"Rei do spam" é indiciado por fraude acionária nos EUA


Autor/fonte: Reuters
E-mail/Url: http://tecnologia.uol.com.br/ultnot/reuters/2008/01/04/ult3949u2968.jh...
Tags: [ spam ] [ eua ]



Digg del.icio.us

04/01/2008 - 15h26

Um júri federal em Detroit indiciou um homem de Michigan apelidado de "rei do spam" e outras 10 pessoas por um esquema ilegal de fraude de ações e envio de e-mails, informou o Departamento de Justiça dos Estados Unidos na quinta-feira.

São 41 acusações contra Alan Ralsky, de 52 anos e residente de West Bloomfield, Michigan, seu genro e outras nove pessoas por administrar uma operação ilegal de envio de e-mails para arquitetar uma fraude acionária.

"As acusações procuram nocautear uma das maiores operações de fraude e spam ilegais no país, um esquema internacional para fazer dinheiro em cima de manipulação de preço de ações através de promoções ilegais com e-mails", afirmou o procurador Stephen Murphy em comunicado.

Na operação, o grupo enviou diversos e-mails recomendando ações chinesas de baixo preço e giro fraco, para assim elevar seu preço em bolsa e obter benefícios vendendo as ações a preços artificialmente inflacionados, de acordo com comunicado.

O Detroit Free Press afirmou que os procuradores descreveram Ralsky como um dos "spammers" (pessoas que enviam e-mails em massa) mais ativos nos Estados Unidos.

De acordo com o documento do processo, o grupo de Ralsky usou vários métodos ilegais para maximizar a quantidade de e-mails que conseguiram burlar os bloqueios anti-spam.

A acusação ocorre após uma investigação de três anos. Os investigadores estimam que os acusados ganharam 3 milhões de dólares somente no verão de 2005 com suas atividades ilegais via e-mail.

Três pessoas foram presas, incluindo o genro de Ralsky, Scott Bradley, e How Wai John Hui, um homem com nacionalidade chinesa e canadense. Os outros, incluindo um russo, ainda estão sendo procurados.

"O senhor Ralsky pretende se defender das acusações, que vêm sob um novo estatuto federal que ainda não foi interpretado pelos tribunais", afirmou o advogado de Ralsky, Phillip Kushner.




Enviado por xKuRt em 04/01/2008 às 16:41


Itens relacionados

Americanos falham mais em segurança digital do que acreditam
Firma processada por expor dados de 8,5 milhões de pessoas nos EUA
E-mail corporativo é favorito dos spammers
Pirata virtual dos EUA pode ser condenado a dez anos de prisão
66% dos e-mails que circulam na Web são spam
Facebook já identificou responsáveis por infestar sua rede com spam
Espionagem do governo dos EUA aumenta medo sobre proteção de privacidade
França cria ferramenta para usuários reportarem recebimento de spams
Comitê Gestor identifica mais de 370 milhões de spams em menos de 1 ano
Spam com imagens diminui, mas diferentes formatos burlam filtros

Listar todos itens relacionados

Avaliação

Esta publicação ainda não foi avaliada!


Avaliar:


A avaliação de publicações é restrita a membros cadastrados e logados no nosso site.



Comentários

Este artigo ainda não foi comentado ou o(s) comentário(s) que foi(ram) enviado(s) a ele ainda não foi(ram) publicado(s).


Envio de comentário:




  

Terça, 06 de Dezembro de 2016




Top 5 membros

Últimos membros online

Últimos membros cadastrados



Capa do livro
Crimes Cibernéticos: Ameaças e Procedimentos de Investigação


Capa do livro
Sistemas Operacionais


Capa do livro
Manual de Marketing em Mídias Sociais





Hostnet

IMD