Provedor dos EUA dificulta downloads via P2P, revelam testes


Autor/fonte: IDG Now!
E-mail/Url: http://idgnow.uol.com.br/telecom/2007/10/19/idgnoticia.2007-10-19.5646...
Tags: [ eua ] [ p2p ]



Digg del.icio.us

19 de outubro de 2007 às 18h00

Testes feitos pela agência de notícias Associated Press revelaram que a provedora norte-americana de serviços de banda-larga Comcast estava interferindo no tráfego de redes peer-to-peer dos seus assinantes.

A medida vai contra a tradição de se tratar todo o tipo de tráfego nas redes da mesma maneira, conhecida como neutralidade das redes, segundo a reportagem.

A interferência, confirmada pela Associated Press por meio de testes em diferentes pontos dentro dos Estados Unidos, é classificada pela agência como o “caso mais grave de discriminação de dados” por um provedor nos Estados Unidos.

Se adotada por outros provedores, a técnica da Comcast pode ser um golpe para os sistemas de compartilhamento de arquivos via P2P, como BitTorrent e eDonkey.

No teste feito pela Associated Press, um repórter tentou baixar uma cópia da Bíblia (que não é protegida por direitos autorais, como músicas e filmes que circulam ilegalmente nas redes P2P) de dois computadores na Filadélfia e em São Francisco - ambos ligados à internet pela rede da Comcast.

Em duas das três tentativas, a transferência foi bloqueada. Na terceira, a transferência começou, mas só após 10 minutos de atraso. Ao tentar baixar arquivos que estavam sendo requisitados por muitos outros usuários do BitTorrent, as conexões também foram bloqueadas.

Os testes revelaram, contudo, que nem todos os computadores são afetados. Tentativas de download a partir de um PC na área de Boston aparentemente não foram bloqueadas.

O teste com a Bíblia foi repetido com outras três conexões à internet - pela Time Warner Cable, pela Cablevision Systems e pela conexão corporativa da própria Associated Press, provida pela AT&T e pelo Cogent Communications Group. Nenhum sinal de interferência foi detectado.

Um porta-voz da Comcast disse à Associated Press que a companhia não bloqueia o acesso a nenhum aplicativo, incluindo BitTorrent.




Enviado por xKuRt em 22/10/2007 às 06:38


Itens relacionados

Americanos no exterior poderão votar pela internet pela primeira vez
Nos EUA, mulheres navegam mais na internet do que homens
Congresso dos EUA pede que Yahoo! testemunhe em caso de prisão
Lei na Califórnia permitirá a menores apagar passado digital
Dos jovens norte-americanos, 32% já receberam contato de desconhecidos
Tio Sam está de olho no seu site
Escola dos EUA utiliza digitais para controlar lanches dos alunos
EUA criam novos meios para atacar terror online
Governo dos EUA teria acesso indireto a chats, Facebook e serviços Google
Nos EUA, publicidade online gera US$ 21 bilhões

Listar todos itens relacionados

Avaliação

Esta publicação ainda não foi avaliada!


Avaliar:


A avaliação de publicações é restrita a membros cadastrados e logados no nosso site.



Comentários

Este artigo ainda não foi comentado ou o(s) comentário(s) que foi(ram) enviado(s) a ele ainda não foi(ram) publicado(s).


Envio de comentário:




  

Quarta, 16 de Abril de 2014




Top 5 membros

Últimos membros online

Últimos membros cadastrados



Capa do livro
Informática na Educação: Novas Ferramentas Pedagógicas para o Professor na Atualidade


Capa do livro
Aprendendo JavaScript


Capa do livro
PHP e MVC com Codeigniter: Construa Aplicações Web Dinâmicas em PHP de Modo Rápido e Prático com o Framework Codelgniter





Hostnet

IMD