SEC suspende empresas por spam relacionado a ações


Autor/fonte: Grant Gross, repórter do IDG News Service, em Washington
E-mail/Url: http://computerworld.uol.com.br/seguranca/2007/10/05/idgnoticia.2007-1...
Tags: [ spam ]



Digg del.icio.us

05 de outubro de 2007 - 07h40

A Securities and Exchange Comission dos Estados Unidos (órgão equivalente à CVM no Brasil) suspendeu a venda de ações de três companhias que não teriam fornecido dados suficientes sobre os seus negócios ao público, tornando-se suscetíveis a spams envolvendo scams relativos a ações.

Nesta quinta-feira (04/10), a SEC suspendeu a comercializações de papéis da Alliance Transcription Services Inc. (listada sob a sigla ATSS), Prime Petroleum Group Inc. (PPGU), e a T.W. Christian Inc. (TWCI). A suspensão será valida por dez dias, segundo comunicado da SEC.

As empresas eram conhecidas como Strategy X Inc., Pinnacle Development Inc. e Xraymedia Inc., respectivamente. Elas alteraram seus nomes em 14 de agosto com o propósito de criar outras empresas. As companhias estariam suscetíveis a promoções de suas ações porque elas declaram indevidamente seus bens, condição financeira atual e definições sobre o seguro de suas ações.

A suspensão da comercializações de ações é parte de uma iniciativa antispam lançada em março pela SEC exatamente para evitar scams de ações. Desde então, as reclamações referentes a spams feitas ao centro de queixas online da SEC caíram significativamente.

A SEC reduziu as reclamações de 167 mil, em fevereiro, para 68 mil, em setembro. "A SEC está agindo agressivamente contra o spam no mercado de ações, que vêm enchendo nossas caixas e mensagens eletrônicas já há algum tempo", afirma Christopher Cox, presidente da SEC. "Uma queda de 30% no volume de spams financeiros significa que menos investidores estão sendo enganados", diz ele.

No último mês de julho, a SEC processou dois homens do Texas por "seqüestrarem" computadores nos Estados Unidos para disparar milhões de e-mails e roubar mais de 4,6 milhões de dólares de investidores. Em março, a comissão suspendeu 35 empresas acusadas de se beneficiar de campanhas via e-mail para elevar o valor de suas ações.




Enviado por xKuRt em 06/10/2007 às 19:37


Itens relacionados

Usuários de e-mail querem mais controle sobre caixas postais
NIC.br: 20% dos internautas brasilieros dizem que gostam de receber spams
Epidemia de spam por celular afeta 200 milhões na China
Spams crescem 9% de abril a maio
ValueClick recebe multa de US$ 2,9 milhões por enviar spams
Brasil já é o sexto do mundo em envio de spam
Spammers usam arquivo PDF para passar por filtros
Gmail desativa conta de usuários na tentativa de combater spammers
Rei do spam dos Estados Unidos pode enfrentar 26 anos de prisão
Spams já representam 95% das mensagens de correio eletrônico

Listar todos itens relacionados

Avaliação

Esta publicação ainda não foi avaliada!


Avaliar:


A avaliação de publicações é restrita a membros cadastrados e logados no nosso site.



Comentários

Este artigo ainda não foi comentado ou o(s) comentário(s) que foi(ram) enviado(s) a ele ainda não foi(ram) publicado(s).


Envio de comentário:




  

Terça, 02 de Setembro de 2014




Top 5 membros

Últimos membros online

Últimos membros cadastrados



Capa do livro
Fundamentos de Informática - Geometria Analítica para Computação


Capa do livro
Criando Sites com HTML


Capa do livro
SOA: Modelagem, Análise e Design





Hostnet

IMD