Para que serve o proxy?


Autor/fonte: Luiz Carlos dos Santos



Digg del.icio.us

Os servidores de proxy são usados para permitir aos micros de uma rede interna o acesso à Web, FTP e outros serviços mais, no qual ele foi previamente configurado. O proxy é um servidor especial, que roda em uma máquina que pode agir também como se fosse um Firewall, escondendo os computadores da rede interna.

Basicamente, ele recebe requisições de máquinas que estão na rede interna, envia aos servidores que estão do lado externo da rede, lê as respostas externas e envia de volta o resultado aos clientes da rede interna.

Normalmente, o mesmo servidor proxy é usado para todos os clientes em uma rede interna, que pode ou não ser constituída de sub-redes.

Os tipos de servidores Proxy mais utilizados, são:

. Os Proxies genéricos, que oferecem serviços de proxy para várias aplicações (por exemplo Web, Ftp, Gopher e Telnet) em um único servidor;

. Os Proxies específicos, que oferecem serviços de proxy para uma determinada aplicação, como é o caso do Web Proxy, que é um proxy que tem por finalidade, fazer caching de documentos Web que foram acessados, reduzindo de forma considerável, o tráfego de acesso à Internet em requisições futuras.

Nota: A habilidade de fazer cache dos documentos acessados, tornou atrativo o seu uso dentro de empresas e provedores de acesso à Internet, pois, com ele, existe o ganho de "banda virtual", tendo em mente que documentos freqüentemente acessados, serão retornados do cache local ao invés de um servidor remoto distante.

Na ilustração acima, temos uma demonstração de como funciona o fluxo dentro de um servidor Web Proxy, ele recebe as requisições, faz uma análise no cache local, e se o documento estiver no cache, ele responde automaticamente, caso contrário, se o documento não estiver no cache, ou, se ele estiver precisando de atualização, ele vai ao endereço remoto e busca o documento, ou as atualizações e guarda no cache local, para ser usado nas requisições futuras;

. Os Proxies de circuitos, que oferecem conexões virtuais ponto a ponto entre o cliente e o destino final, eles normalmente fazem a autenticação antes de estabelecer a conexão final, agindo como se fosse um controlador. Esse tipo de proxy, baseia-se livremente no conceito de proxy genérico.

Onde encontrar programas:

. Squid - http://www.squid-cache.org;
. Wingate - http://www.wingate.com.




Enviado por xKuRt em 26/09/2006 às 14:56


Avaliação

Esta publicação ainda não foi avaliada!


Avaliar:


A avaliação de publicações é restrita a membros cadastrados e logados no nosso site.



Comentários

Este artigo ainda não foi comentado ou o(s) comentário(s) que foi(ram) enviado(s) a ele ainda não foi(ram) publicado(s).


Envio de comentário:




  

Sexta, 31 de Outubro de 2014




Top 5 membros

Últimos membros online

Últimos membros cadastrados



Capa do livro
Certificação Linux: Guia Para os Exames LPIC-1, CompTIA Linux+ e Novell Linux Administrator


Capa do livro
SQL - Curso Pratico


Capa do livro
Windows 7 Sem Limites





Hostnet

IMD